Fonte Eterna de tudo o que existe, envia a este que Te busca o espírito da verdade para que o aproxime para sempre de Ti.

Que o fogo desse espírito consuma até o último vestígio do antigo homem, e, após tê-lo consumido, faze daquela massa de cinzas um novo homem, sobre o qual a Tua santa mão não desdenhe verter Tua santa unção...

Que a Vida universalmente uma, transforme todo o meu ser na unidade de Tua imagem, meu coração na unidade do Teu amor, minha ação numa unidade de obras de justiça, e meu pensamento numa unidade de luzes...

Sim, Deus de minha vida, só em Ti posso encontrar a existência e o sentimento de meu ser. Graças Te sejam dadas. Deus de paz e de amor.


Prece Martinista
por Louis-Claude de Saint-Martin


quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Exercício para Praticar o Perdão

(Leia este exercício três vezes antes de executá-lo)

Escolha um local calmo e sente-se confortavelmente. De olhos abertos, relaxe enquanto faz sete respirações profundas, lentamente. Faça uma pequena pausa após cada inalação e, em seguida, exale. Enquanto isso volte sua atenção para dentro e sinta a Presença de Deus. Mantendo os olhos abertos, repita o som AUM três vezes, pronunciando cada fonema (A – U - M) clara e distintamente.

Agora feche os olhos e imagine-se entrando em sua sala de aula interior. Seu professor especial está lá, pronto a ajudá-lo e orientá-lo. Entre nesse sanctum interior, o santuário dos santuários, e sente-se. Você se sente seguro, confiante e protegido. Sente a presença do seu professor e sabe que você tem a intenção e a capacidade de perdoar.

Com essa convicção, você começa a falar silenciosamente com a iluminada presença interior. Abra os olhos e leia o seguinte texto:

Quero perdoar.

Perdôo todos os que me ofenderam;

Consciente e inconscientemente, eu os perdôo;

Em meu coração e minha mente, eu os perdôo;

Dentro e fora de meu ser, eu os perdôo;

Honesta e sinceramente, perdôo tudo em meu passado,

Em meu presente e em meu futuro.

De modo verdadeiro, sincero, profundo, e com grande humildade, perdôo cada pessoa, cada situação e cada coisa do passado, do presente e do futuro que necessite de perdão.

Todas as pessoas a quem preciso perdoar estão agora perdoadas;

E, acima de tudo, perdôo a mim mesmo, completamente e com toda sinceridade.

Estou livre agora e todos os que perdoei estão livres. Estamos todos caminhando para o nosso bem maior. Tudo é harmonioso para nós, agora e sempre.

Minha mente, meu corpo e meu espírito, incluindo meu sistema imunológico, estão em harmonia e em Divina Ordem.

Tendo dito essas palavras para a mente de Deus, feche os olhos e fique quieto, silente e receptivo. Após alguns instantes, faça uma respiração profunda e, sentindo-se revigorado e iluminado, retire-se serenamente de seu sanctum interior, sua sala de aula especial. Abra os olhos e continue sentado por mais alguns instantes, antes de voltar às suas atividades regulares.

(Extraído do Livro “leis Espirituais que regem a Humanidade e o Universo”, de Lonnie C. Edwards, publicado pela Amorc, novo lançamento/2006)

Nenhum comentário: